Brasil tem eleição para presidente mais apertada desde a redemocratização

O segundo turno da corrida presidencial entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) teve a disputa mais apertada para presidente desde 1989, quando o país voltou a ter eleições diretas para presidente após o fim do regime militar. A vitória de Dilma só foi conhecida às 20h30, com 98% das seções apuradas. A petista terminou com 51,64% e o tucano, com 48,36%. Em 1989, Fernando Collor de Mello (PRN) foi eleito no segundo turno com 53,03% dos votos válidos, contra 46,97% de Lula (PT). Em 1994 e 1998, Fernando Henrique Cardoso (PSDB) ganhou no primeiro turno com 55,22% e 53,06% dos votos válidos. Em 2002, após três derrotas, Lula (PT) foi eleito pela primeira vez ao alcançar 61,27% votos válidos no segundo turno, contra 38,73% de José Serra (PSDB). Em 2006, Lula (PT) foi reeleito no segundo turno com 60,83% dos votos válidos, contra 39,17% de Geraldo Alckmin (PSDB). Em 2010, quando conquistou seu primeiro mandato, a petista Dilma Rousseff também foi eleita no segundo turno. Na época, ela superou o tucano José Serra. Dilma foi eleita em 2010 com 56,05% dos votos válidos, contra 43,95% de Serra. Veja o histórico no infográfico do G1 abaixo:

o-resultado-das-ultimas-eleicoes-presidenciais


Veja como foi a votação para presidente
em todos os municípios do Brasil

Logo após a apuração dos votos e o anúncio do resultado das eleições presidenciais, o site do jornal Folha de S.Paulo divulgou um infográfico interativo no qual é possível ver no mapa como votou cada município desse brasilzão. Confira os prints abaixo:


VOTAÇÃO DE AÉCIO E DILMA POR MUNICÍPIOS

dilma-aecio-2014


VOTAÇÃO DE AÉCIO NEVES POR MUNICÍPIOS

aecio2014


VOTAÇÃO DE DILMA ROUSSEFF POR MUNICÍPIOS

dilma2014


Veja quais famosos declararam voto em
Dilma ou Aécio nestas eleições presidenciais

urnaJá vimos aqui que a corrida presidencial de 2014 no Brasil foi a mais disputada e acirrada de todas, desde que o País voltou a ter eleições diretas para presidente após o fim regime militar. Foi também a mais participativa, a que mais mobilizou o País, a que mais mexeu com o sentimento das pessoas. Nunca antes se tinha visto tanta gente fazendo campanha nas ruas e na internet. Amizades foram desfeitas ou enfraquecidas e rolou até agressões físicas e verbais. O Brasil dividiu-se ao meio (digo “meio” quase literalmente, dada a acirradíssima disputa nas urnas).

Nessa polarização nacional, não foram apenas pessoas comuns que manifestaram apoio a um dos candidatos. Um número surpreendente de famosos, dentre eles principalmente artistas e intelectuais, abriram mão da zona de conforto e, em detrimento das possíveis (na verdade, inevitáveis) críticas que poderiam receber, se posicionaram e declararam seu apoio e seu voto em um dos candidatos. Quase ninguém quis ficar neutro! Agora que as eleições já passaram e isso não influenciará mais o voto de ninguém, sacio vossa curiosidade (que também era minha) de saber quais famosos declararam voto em Dilma (PT) ou em Aécio (PSDB) nessas eleições. Clique na tabela para ver em tamanho maior.

votos dos famosos

Europeus versus sul-americanos

World_Cup_Brazil_Italy_Germany_Argentina_Uruguay_France_England_Spain

A Copa do Mundo FIFA é o campeonato esportivo mais popular e prestigiado do mundo. A competição foi criada em 1928 na França por Jules Rimet, então presidente da FIFA (Fédération International de Football Association). A primeira edição ocorreu em 1930 no Uruguai, com vitória dos donos da casa. A partir de então, o torneio acontece a cada 4 anos (com exceção de 1942 e 1946, anos em que não houve Copa devido à Segunda Guerra Mundial). Este ano acontece aqui no Brasil a vigésima edição do mundial. Nas 19 edições anteriores, apenas seleções europeias e sul-americanas sagraram-se campeãs. Este ano não será diferente, já que a grande final será disputada entre uma seleção europeia e uma sul-americana: Alemanha x Argentina.

World_cup_winners

Dos 19 títulos mundiais disputados até hoje, 10 foram conquistados por seleções europeias (4 da Itália, 3 da Alemanha, e 1 de Inglaterra, França e Espanha), e outros 9 ficaram com seleções sul-americanas (5 do Brasil e 2 de Uruguai e Argentina), como você pode ver no mapa acima. A final deste domingo entre Alemanha e Argentina decidirá se esta disputa ficará empatada ou se a Europa aumenta a vantagem. Se a Argentina for campeã, a história das Copas ficará equilibrada com 10 títulos para cada continente. E o empate virá não apenas para os continentes, mas também na disputa individual entre os países, já que a Argentina seria tricampeã, assim como a Alemanha. Diante de tais números, e apesar de gostar muito do futebol da Alemanha, eu, que sou brasileiro, decidi deixar a rivalidade de lado e torcer pela Argentina, pelos “hermanos“, nossos vizinhos da América do Sul. Estou encarando esta final como uma disputa entre continentes mais do que entre países. E você?

O real tamanho do continente africano

A cartografia é a ciência que estuda os mapas. Ela é essencial para o ensino da geografia. No século 3 a.C., Eratóstenes e Hiparco construíram as bases da cartografia moderna, usando um globo como forma e um sistema de longitudes e latitudes. Pouco depois, Ptolomeu desenhou os mapas em papel com o mundo dentro de um círculo. Com a era dos descobrimentos, os dados coletados durante as viagens tornaram os mapas mais exatos. Após a descoberta do novo mundo, a cartografia começou a trabalhar com projeções de superfícies curvas em impressões planas. No início do século 20, iniciou-se um processo de críticas ao eurocentrismo relativo à projeção de Mercator, apresentada em 1589. Essa situação culminou, a partir de 1960, na mudança e troca de mapas (e demais projeções cartográficas) que refletiam essa distorção que beneficiava a Europa em detrimento às regiões como a África e a América do Sul. O apoio a essa questão foi tão forte que a ONU modificou todos os seus mapas distribuídos mundo afora.

O problema da projeção de Mercator é que a Terra é um globo. Para gravar a superfície de uma esfera em um plano bidimensional e quadrilátero é preciso distorcê-la bastante. Perceba no exemplo acima que, quanto maior a latitude (proximidade dos pólos), mais “esticada” fica a representação da superfície terrestre. Nesse tipo de projeção, Alasca, Canadá, Groenlândia, Europa setentrional, Rússia e Antártida parecem muito maior do que realmente são. Repare que a Groenlândia parece ser praticamente do mesmo tamanho que a África, quando na verdade, sabe-se que o continente africano é 14 vezes maior.

tamanho-da-africa

mundi mercator

Em apenas 3 minutos, este vídeo resume mais de 6 mil anos de História da Europa

O vídeo abaixo recupera mais de 6 mil anos da dinâmica geopolítica da Europa e retrata a trajetória de territórios, impérios e nações, do nascimento à fragmentação e vice-versa, em igual frequência, num xadrez de permanente impermanência – uma ebulição que as crises, primaveras e conflitos atuais mostram continuar presente. Como estarão dispostas as peças desse tabuleiro daqui a 100 anos?


6 mil anos de urbanização em 3 minutos de vídeo:


História territorial do mundo em 16 minutos de vídeo:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pág. 5 de 5Pág. 1 de 5...345
%d blogueiros gostam disto: