Entenda de uma vez por todas a diferença entre Inglaterra, Reino Unido e Grã-Bretanha

Veja também: Americano, norte-americano ou estadunidense?

Está aí uma dúvida que me acometia desde a infância. Nenhum adulto generoso se deu ao trabalho de explicar isso ao pequeno Charles – nem mesmo as professoras de geografia! Somente depois de adulto – com uma ajudinha do Google – é que essa dúvida me fora esclarecida. Compartilho a descoberta por entender que muita gente sente a mesma dificuldade quando ouve falar em Brasil x Grã-Bretanha numa modalidade qualquer dos Jogos Olímpicos; ou em Brasil x Inglaterra numa partida de futebol. Às vezes parece ser tudo uma coisa só e, às vezes, coisas diferentes. Vamos aos “tira-teimas”:

.

INGLATERRA

É um país que tem como capital a cidade de Londres. Ao longo da história, a Inglaterra conseguiu se impor politicamente sobre alguns países vizinhos e passou a controlar um Estado batizado de Reino Unido (veja a seguir). No século 19, com a Inglaterra à frente, o Império Britânico se tornou, em extensão territorial, o maior império de todos os tempos, dominando quase um quarto do planeta!

.

GRÃ-BRETANHA

É o nome da grande ilha onde ficam três países: Inglaterra, Escócia e País de Gales. Com quase 230 mil km² de área, ela tem cerca de 1000 km de comprimento de norte a sul e pouco menos de 500 km de leste a oeste. O termo “Grã-Bretanha” muitas vezes é usado como sinônimo de “Reino Unido” – o que não é inteiramente correto, pois um dos países que formam o Reino Unido não fica nessa ilha: a Irlanda do Norte.

.

REINO UNIDO

Nome oficial: Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte.

É um Estado formado por quatro países: Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. A chefe de Estado é a rainha Elizabeth II, e o chefe do governo é um primeiro-ministro, eleito por um Parlamento central, em Londres. Nas grandes questões de governo, como política econômica, quem manda é esse Parlamento. Mas Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte também têm assembléias nacionais, com certa autonomia para tratar de questões locais.

.

ILHAS BRITÂNICAS

É um arquipélago formado por cerca de 5 mil ilhas. As duas maiores são a Grã-Bretanha e a ilha da Irlanda. Nesta última ficam dois países: a Irlanda do Norte (membro do Reino Unido) e a República da Irlanda (um Estado independente). Além das duas “grandalhonas”, fazem parte desse arquipélago milhares de ilhas menores, como as Órcades, Shetland, Hébridas, Man e ilhas do Canal (como Jersey).

Com informações de: Mundo Estranho.

.

Resumindo:

alx_arte-reino-unido_original

.

Entenda a história da bandeira britânica:

.

.

Mapa político do Reino Unido:

Clique na imagem para ver em tamanho grande.

.

mapa-distritos-reino-unido

Ao descobrir a América, Cristóvão Colombo nem imaginava, mas recriou a Pangeia

Nas aulas de ciências ensinaram a você que, há milhões de anos, havia na Terra apenas um continente, chamado de Pangeia – e que, ao longo do tempo, esse enorme pedaço de terra foi se fragmentando e, muito tempo depois, formou os continentes como nós conhecemos hoje. Nas aulas de história, você também aprendeu que Cristóvão Colombo foi um grande navegador espanhol que chegou à América em 1492, liderando uma frota que pretendia chegar à Índia. O que ninguém deve ter contado é que, graças a seus “passeios”, Colombo recriou a Pangeia!

Ao chegar à América, Colombo não só descobriu um novo continente: transformou a natureza de todo o planeta. Os continentes se uniram novamente pela mistura de plantas, animais e micro-organismos que haviam se desenvolvido separadamente. A chegada de Colombo deu início a um processo que unificou a natureza do planeta, deixando-o mais homogêneo. É por causa do intercâmbio causado por Colombo que há tomate na Itália, laranja nos Estados Unidos, chocolate na Suíça e pimenta na Tailândia, diz o jornalista e escritor Charles C. Mann, em seu livro 1493: Uncovering the New World Columbus Created (1493: Descobrindo o Novo Mundo que Colombo Criou, sem edição em português). A bagunça ambiental promovida pelo navegador é considerada pelos ecologistas “o evento mais importante desde a morte dos dinossauros”.

Com informações de: Superinteressante.

7 bilhões (e outros números)

Veja também: 
Explosão demográfica
Quantas pessoas o planeta aguenta?
Quantas pessoas já viveram no mundo?

O alerta chegou ao vermelho: somos 7 bilhões de humanos sobre o planeta! A Organização das Nações Unidas (ONU) convencionou que esta segunda-feira (31) marca o dia em que a população mundial chegará a este incrível número. Segundo um relatório divulgado pela ONU na semana passada, é preciso planejar mais e investir mais em novas políticas públicas para lidar com a crescente população mundial e suas consequências, como a necessidade por mais alimentos, água e energia e a maior produção de lixo e poluição. O numero motivou a National Geographic a produzir uma série de documentários com ênfase no principal desequilíbrio do planeta. O problema não é falta de espaço, mas a má distribuição dos recursos.


Alguns números do vídeo:

Em 1800, a população do mundo era de 1 bilhão.
130 anos depois: 2 bilhões.
Em 1960: 3 bilhões.
Em 1974: 4 bilhões.
Em 1987: 5 bilhões.
Em 1999: 6 bilhões.
Em 2011: 7 bilhões.
Em 2045, o número poderia chegar a 9 bilhões.

A cada segundo, cerca de cinco pessoas nascem e duas morrem.

No tempo que levará para você assistir a este vídeo, nossa população cresceu…

E em quase todos os lugares, nós estamos vivendo mais:

Em 2010, uma pessoa vivia em média 69 anos.
Em 1960, uma pessoa vivia em média 53 anos.
Em 2008, pela primeira vez, a maioria de nós vivia em cidades e não em áreas rurais.

Megacidades têm população de mais de 10 milhões de pessoas.
Em 1975, havia três megacidades: Cidade do México, Tóquio e Nova York.
Hoje existem 21 megacidades!
Em 2050, 70% de nós viveremos em uma megacidade!

Mas não ocupamos tanto espaço quanto você imagina.
Não falta espaço, mas sim equilíbrio.

5% de nós consomem 23% da energia mundial.
13% de nós não têm água potável.
38% não têm saneamento básico.

7 bilhões de pessoas, falando mais de 7 mil idiomas, vivendo em 194 países.
7 bilhões de motivos para pensar sobre os 7 bilhões.

Tradução: Blog do Tas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pág. 12 de 12Pág. 1 de 12...101112
%d blogueiros gostam disto: