Por que rir e bocejar é contagioso?

Alguém consegue explicar por que gestos tão simples do cotidiano, como rir e bocejar, podem ser tão contagiosos? Os vídeos abaixo são apenas exemplos de como o bom humor e o sono são estados psico-fisiológicos que se espalham muito rapidamente. O primeiro vídeo foi gravado num metrô de Berlim, na Alemanha. Uma mulher recebe algo engraçado no smartphone e começa a rir sozinha. A senhora à sua frente acha a cena engraçada e começa a rir também. Em poucos minutos, o vagão inteiro está rindo junto. Alguém filma a cena e posta no YouTube. 4,5 milhões de visualizações depois, todo mundo ainda se pergunta o que era tão engraçado. O segundo vídeo é uma compilação de animais bocejando. Aviso: este vídeo pode fazer você ficar sonolento.

A ousadia dos sabiás

Em São Paulo, passarinho canta e gente reclama. Como melhorar esse humor? Cristiane Segatto responde em sua coluna no site da Época.


passaro-sabiaOs sabiás de São Paulo ousam cantar. Não estão nem aí para as reclamações que circulam nas redes sociais. Paulistanos piam contra tudo. E agora também contra os passarinhos. Segundo os incomodados, a cantoria durante a madrugada atrapalha o sono. Nesta semana, a discussão esquentou. Os bichos seguem cantando. Não sabem que a cidade se tornou uma fábrica de implicantes compulsivos. Talvez saibam, mas não perdem tempo com eles. Se gastarem energia com bate-bico morrem de fome ou na bocarra do gato vira-lata. No território dos passarinhos, aquele que usurpamos descaradamente, vale um ditado bem conhecido entre nós: “os incomodados que se mudem”. Sábios sabiás. Devíamos aprender com eles. Devíamos ouvi-los mais.

Ouço um agora mesmo, enquanto escrevo este texto. Mais de um. Não só sabiás. Volta e meia um beija-flor me surpreende na sacada do meu apartamento, atraído pelas plantas. Moram nos míseros e últimos nacos de verde que nos cercam. Aqueles raros quintais que ainda não cederam espaço a monstruosidades de 20 andares com 5 vagas de garagem por apartamento. A presença dos passarinhos é um privilégio. Eles cantam e eu caio no sono. Incomodam tanto quanto uma chuvinha fina batendo na janela. Desconfio que a maioria das pessoas considera que o som das aves seja relaxante – e não perturbador.

Uma experiência interessante aconteceu recentemente no Forth Valley Royal Hospital, na Escócia. Para ajudar pacientes com extrema dificuldade de dormir, o artista Mark Vernon criou uma trilha sonora especial para a estação de rádio interna. O objetivo era fazer adormecer o mais desperto dos insones. Para isso, Vernon pesquisou uma série de sons suaves e fez uma mistura poderosa. Ouvi um trecho e, quando percebi, estava bocejando em frente ao computador. Precisei levantar, dar uma volta, pegar uma xícara de café. Quase adormeci com a mistura de piano, água corrente e… pássaros. Muitos pássaros.

Parece ser o caso do sabiá-laranjeira que, a partir do final de inverno, se reproduz. Os machos andam cantando à beça em São Paulo. Cantam para mostrar às fêmeas que são um bom partido. O canto vigoroso é entendido como uma demonstração da capacidade de alimentar os filhotes e de defender o território nas disputas com outros machos. Segundo um especialista consultado pela Folha de S.Paulo, é de madrugada que o macho ensina a melodia aos filhotes. Ele fica a até 5 metros de distância do ninho. Se fizesse isso durante o dia, os filhotes ficariam na mira dos predadores.

São boas as razões do sabiá. O levante contra ele pode ser fruto de rabugice crônica. Sabe aquele tipo de pessoa que num dia reclama da chuva, no outro do sol, durante a semana pragueja contra o barulho da capital e, num feriadão prolongado, diz que não suporta o tédio da cidade vazia? Quando o mau humor é constante e vem acompanhado de outros sintomas (falta ou excesso de apetite, insônia ou sono excessivo, fadiga, baixa autoestima, dificuldade de concentração), a pessoa pode estar sofrendo de distimia – um tipo de depressão com sintomas menos graves. O mau humor (crônico ou circunstancial) é agravado pelas noites mal dormidas. Ou provocado por elas. Dormir bem é fundamental para a manutenção do equilíbrio geral do organismo, para a consolidação da memória e do aprendizado, entre outras funções. Algumas dicas para melhorar a qualidade do sono:

• Evitar dormir de dia
• Praticar atividade física
• Ter horários regulares para dormir e despertar
• Dormir num ambiente limpo, escuro, confortável, sem ruído de TV
• Não consumir álcool, café e refrigerantes perto do horário de dormir
• Realizar atividades repousantes e relaxantes preparatórias para o sono
• Não usar medicamentos para dormir sem orientação médica
• Jantar com moderação e em horário regular
• Não levar problemas para a cama

Quem sabe assim o sabiá deixe de ser um problema.

O preço do churrasco

Calcula-se que, para produzir apenas um quilo de carne bovina, gasta-se 15 mil litros de água potável. Acresça-se a isso a quantidade de ração que o animal ingere durante toda a vida e a quantidade de gases poluentes que expele na atmosfera. Se você, como eu, não está familiarizado com os números da pecuária, saiba ao menos que há muito trabalho, tempo e recurso natural envolvido no processo. Não quero, com isso, incentivar o vegetarianismo. Até porque amo carne e acho que não conseguiria retirá-la da minha dieta. Quero apenas dizer que, desprezando por um momento o gasto econômico e considerando apenas o gasto ecológico da produção da carne bovina, ela deveria, no mínimo, ser consumida com mais responsabilidade e menos desperdício.

É um absurdo a quantidade de carnes nobres que vão para o lixo todos os dias após o expediente de uma churrascaria que serve rodízio. Carnes de excelente qualidade são rejeitadas no prato por clientes mimados apenas por terem esfriado durante a conversa e o chope. E o pior nem é isso: é que essas carnes rejeitadas não podem sequer ser doadas aos mendigos, famintos e miseráveis. Por norma da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), elas devem ir para o lixo, sob pena de o estabelecimento ser multado e até interditado se isso não acontecer. Eu até entendo, em parte, a preocupação da Anvisa; até entendo que consumir carnes rejeitadas de um rodízio pode ser prejudicial à saúde das pessoas. Mas não estou convencido de que passar fome é menos prejudicial.

Para evitar esse pecado, o ideal seria mudarmos nossa relação com a carne. Como nos velhos tempos, aquele que, com água na boca, desejasse devorar uma suculenta picanha na brasa, deveria ele próprio empunhar uma faca e abater um boi, em vez de apenas ir ao açougue do supermercado e pedir os cortes já prontos, apenas esperando pelo sal grosso. Isso certamente mudaria muito a nossa relação com a carne, tornando-nos muito mais responsáveis no seu consumo, pois teríamos plena consciência de que, por aquele sabor, por aquele cheiro gostoso de gordura assada, pelo deleite daquele banquete, muitos recursos naturais foram gastos e pelo menos uma vida animal foi sacrificada.

Gosto muito da cena de Avatar em que Neytiri está ensinando Jake a ser um verdadeiro Na’vi. Entre outras coisas, ela o ensina a usar com destreza o arco e flecha. Quando este finalmente consegue, para fins de alimentação, caçar e abater um animal de forma rápida, sem sofrimento desnecessário, dando-lhe uma “morte limpa”, ele se ajoelha ao lado do bicho morto e, com as mãos impostas sobre ele, diz algo como “vá em paz, irmão, una-se novamente a Eiwa (divindade da Natureza)”. Após isso, Neytiri, que o tempo todo estava observando de perto a caçada, diz a Jake: “Você está pronto”.

Eu sei que não há a mínima chance disso acontecer, isto é, de todos nós passarmos a abater nossa própria comida. Mas espero que, após refletir sobre este assunto, você pelo menos mude de atitude. Não espero que você deixe de comer carne, mas apenas que passe a comê-la com responsabilidade e consciência ecológica, em uma atitude mínima de reverência à vida animal que foi sacrificada para o seu deleite. Você está pronto?

O galo e a pérola

Fábula em poema do poeta português Curvo Semedo (1766-1838).

galoNum monturo esgravatando
Formoso galo aguerrido
Acha uma pérola fina
Que havia um nobre perdido.

Por três vezes a escoucinha
Sem nela querer pegar
À quarta, erguendo-a no bico,
Põe-se a cacarejar.

Vêm logo algumas galinhas
Cuidando que era algum grão
Mas vendo a pérola, tristes,
Vão-se deixando-a no chão.

Acaso passa um ourives
E apanhando-a, alegre diz:
“É uma pérola fina!”
“Que belo achado que fiz!”

“Homem”, lhe pergunta o galo,
“Tanto essa joia merece?”
“Pois eu por um grão de milho”
“Te dera mil, se as tivesse.”

Pérola em poder de galo
Que não lhe sabe o valor
É como entre as mãos de um néscio
As obras de um sábio autor.

Uma lição parecida aparece no Sermão da Montanha, proferido por Jesus Cristo e registrado no Evangelho de Mateus: “Não deem aos cães o que é sagrado, nem atirem suas pérolas aos porcos; caso contrário, estes as pisarão e, aqueles, voltando-se contra vocês, os despedaçarão.” (7:6)

Soltas pelo Papa, pombas “da paz” são violentamente atacadas por outras aves

Neste domingo (26), durante a tradicional celebração do Ângelus, na Praça São Pedro, no Vaticano, o Papa Francisco, junto com duas crianças, soltou duas pombas brancas da janela do Palácio Apostólico, num gesto simbólico pela paz mundial. Segundos após alçar voo, porém, as pombas foram violentamente atacadas em pleno ar por um corvo e uma gaivota. Dezenas de milhares de pessoas viram a gaivota agarrar-se à cauda de uma das pombas, enquanto o corvo bicava repetidamente outra. A pomba atacada pela gaivota só perdeu algumas penas; mas a outra, perseguida pelo corvo, levou muitas bicadas e não se sabe o seu destino. Muitas pessoas presentes no local interpretaram este insólito acontecimento como sendo um mau prenúncio de que tempos de guerra virão. O ataque foi flagrado por um fotógrafo da agência de notícias britânica Reuters. Veja a sequência dessa “batalha aérea” nas fotos abaixo e depois tente responder: Sinal dos tempos ou apenas uma coincidência muito cômica?

papa pombas 1

papa pombas 2

papa pombas 3

papa pombas 4

papa pombas 5

papa pombas 6

papa pombas 7

papa pombas 8

papa pombas 9

papa pombas 10

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pág. 3 de 5Pág. 1 de 5...234...Pág. 5 de 5
%d blogueiros gostam disto: