Oymyakon, a cidade mais fria do mundo

Se vídeos e fotografias viessem acompanhados de sensação térmica, os leitores já estariam correndo em busca de um grosso casaco ou edredom. Afinal, este post é sobre Oymyakon, a cidade mais fria do mundo. Localizada na República de Sakha, no nordeste da Rússia, esse município remoto – o centro urbano mais próximo, Yakutsk, está a 800 quilômetros de distancia – foi fundado para amparar pastores de renas que utilizavam as águas termais da região para aquecer os rebanhos. Oymyakon fez história de uma maneira bastante peculiar em 1924, quando atingiu a temperatura recorde de 71,2 graus abaixo de zero. Nenhum outro lugar permanentemente habitado pelo ser humano jamais registrou frio tão espantoso. A marca realmente é muito difícil de ser superada. Mesmo assim, pouco serve de consolo aos cerca de 500 moradores o fato de que, no inverno, seja algo corriqueiro os termômetros baixarem dos 50 graus negativos. Assistam no vídeo abaixo, produzido pela Euronews de Portugal, uma ideia de como é a vida por lá:

Um frio tão extremo obriga os habitantes a deixarem seus carros em permanente funcionamento (pois os motores não ligariam novamente caso fossem desligados), produz o congelamento até das tintas das canetas e surpreende os desavisados que saem às ruas com a formação de uma espécie de “gelo facial”. Ah, e esqueçam os celulares, porque as cargas das baterias não resistem a tanto frio. Curiosamente, nos meses de verão – junho a agosto – a temperatura na cidade pode chegar a 30 graus Celsius positivos, e os dias chegam a durar 21 horas (oposto de dezembro, quando duram apenas 3 horas). Oymyakon, que está a 750 metros acima do nível do mar, tem também, portanto, uma das mais elásticas variações térmicas da face da Terra. Assistam a outro vídeo, em que o autor mostra a temperatura atingindo assustadores -52,1ºC.

Veja a seguir uma sequência de fotos da cidade:

oymyakon-russia

Oymyakon-02

monumento
Monumento em Oymyakon erguido durante o período de dominação soviética relembra o recorde mundial de frio atingido pela cidade em 1924: 71,2 graus abaixo de zero.

cara-saindo

lojinha

posto-de-gasolina
Em Oymyakon, o posto de gasolina parece um iglu, e abastece carros que “nunca desligam”.

Oymyakon-winter-12

Oymyakon-winter-18

Oymyakon006
Renas e gado bovino, como o que aparece na foto, costumam levar banhos de seus pastores nas águas termais da região.
Mulher-na-ponte
Moradora de Oymyakon caminha sobre uma ponte da cidade: o lugar mais frio do mundo, onde o gelo “ataca” o rosto das pessoas. (Fotos: Amos Chapple – Rex Fetures)

Fonte: Veja.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 opiniões sobre “Oymyakon, a cidade mais fria do mundo

  • 21 de dezembro de 2013 em 0:43
    Permalink

    Oba! Gostei muito e queria dar uma passadinha por lá.
    Se alguma entidade oferecer um pacote gratuito eu me candidato.
    Como fotógrafo poderia fazer belas fotos, mas cabe uma pergunta: as câmeras fotográficas
    digitais funcionam normalmente por lá (devido à temperatura?)
    Cornetta

    Resposta

Deixe uma resposta:

%d blogueiros gostam disto: