O futuro da televisão

tvQuando anunciei que vou ser pai, a leitora Lúcia Dias comentou algo muito interessante. Ela conta que, logo após ler o post, acessou o portal UOL para conferir as notícias e deparou com uma matéria de Fábio Yabu que também fala sobre a criação de filhos. Na mesma hora ela sentiu vontade de compartilhar o link comigo e agora eu quero compartilhar com todos vocês. Fábio conta nessa matéria como sua filha de apenas 4 anos mal sabe o que é Globo, SBT ou Discovery Kids. Isso porque a menina quase nunca assiste TV aberta ou fechada, ela só consome desenhos e outras programações televisivas através de serviços de streaming ou internet, como Netflix, iTunes ou YouTube.

Em seu comentário, a leitora cita Fábio Yabu como um exemplo para mim, pelo fato de ele ter decidido “educar a filha sem a influência malévola da TV”, em suas palavras. É claro que educar os filhos sem a influência negativa da TV (ou de qualquer outro veículo de comunicação) é uma boa coisa a fazer. Mas após ler a matéria, percebo que a principal motivação do autor não é bem essa. Talvez ele não esteja tão preocupado assim com as influências negativas, até porque a menina assiste TV sim, assiste os mesmos desenhos que toda criança, só que por outros meios. O que o autor enfatiza é como essa próxima geração não terá a mesma experiência que nós tivemos de assistir TV com programação e horários preestabelecidos por canais e emissoras. Nossos filhos e netos (e por que não nós mesmos?) irão assistir aquilo que quiserem na hora que bem entenderem, inclusive com a possibilidade de evitar intervalos comerciais e de pausar a programação.

O fim da TV como a conhecemos não é uma opção desse pai e nem acontece apenas na casa dele, mas é uma tendência no mundo todo. A TV tradicional está ficando caduca, assim como aconteceu à fita cassete, à máquina de escrever, à câmera analógica… Os serviços de streaming e conexão com a internet são o futuro da TV; e isso já é realidade para muitas crianças, inclusive no Brasil.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta:

%d blogueiros gostam disto: