Muletas e chavões de texto

Se eu leio coisas em seu texto como:

Confira

Esbanja [algo]

Não é para menos

Não poderia deixar de [verbo]

É isso mesmo: [afirmação pseudo-bombástica qualquer]

É isso mesmo:  [informação repetida]

Só para você ter uma ideia: são mais de [algo]

Já imaginou/pensou [algo]? – como introdução de texto

“O mesmo” – em lugar de nome e pronome pessoal

…eu penso imediatamente que você não sabe escrever. Desculpe, mas não sabe. Pode ser que aprenda, e espero que aprenda, mas, no momento, essas muletas só mostram sua incapacidade de articular seu pensamento por escrito de maneira decente (esses foram apenas alguns exemplos de muletas; existem mais, muito mais). Mesmo sem saber escrever, no entanto, é possível fazer carreira e sustentar os filhos apoiado em muletas. Funciona. Veja um exemplo:

Já imaginou voar através da janela, jogado por um leitor furioso? É isso mesmo: leitores furiosos com a pobreza de texto agora podem jogar pela janela os autores do mesmo. Só para você ter uma ideia, já foram mais de 500 autores incompetentes que ganharam asas sem tomar Red Bull. Não é para menos: texto ruim e cheio de chavões espertinhos se passando por “escrever bem” irritam muito. Os leitores de hoje em dia esbanjam mau humor e reagem com violência, como não poderia deixar de ser. Confira a seguir a história completa…

Fonte: Dani Duc.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta:

%d blogueiros gostam disto: