Brasil fica em penúltimo lugar em ranking global de educação

O Brasil ficou em penúltimo lugar em um ranking global de educação que comparou 40 países levando em conta vários fatores. A pesquisa foi encomendada à consultoria britânica Economist Intelligence Unit (EIU), pela Pearson, empresa que fabrica sistemas de aprendizado. O ranking é baseado em testes efetuados em áreas como matemática, ciências e línguas a cada 3 ou 4 anos. Os 40 países foram divididos em 5 grandes grupos de acordo com os resultados. Tidas como “super potências” da educação, Finlândia e Coreia do Sul dominam o ranking. Na sequência figura uma lista de asiáticos, como Hong Kong, Japão e Cingapura. Ao lado do Brasil, mais 6 nações foram incluídas na lista dos piores sistemas de educação do mundo: Turquia, Argentina, Colômbia, Tailândia, México e Indonésia, país do sudeste asiático que figura na última posição. Veja a lista completa:

ranking pearson

Ao analisar os sistemas educacionais bem-sucedidos, o estudo concluiu que investimentos são importantes, mas não tanto quanto manter uma verdadeira “cultura” nacional de aprendizado, que valoriza professores, escolas e a educação como um todo. Daí o alto desempenho das nações asiáticas no ranking. Nesses países o estudo tem um distinto grau de importância na sociedade e as expectativas que os pais têm dos filhos são muito altas. Comparando a Finlândia e a Coreia do Sul, por exemplo, vê-se enormes diferenças entre os dois países, mas um “valor moral” concedido à educação muito parecido. O relatório destaca ainda a importância de empregar professores de alta qualidade, a necessidade de encontrar maneiras de recrutá-los e o pagamento de bons salários. Há ainda menções às consequências econômicas diretas dos sistemas educacionais de alto e baixo desempenho, sobretudo em uma economia globalizada baseada em habilidades profissionais.

Com informações de: BBC Brasil.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta:

%d blogueiros gostam disto: